segunda faculdade descubra oportunidades vantagens mercado

Todo bom profissional sempre busca adquirir novas competências e conhecimento, e a segunda faculdade pode ser uma excelente opção para obter esse desenvolvimento.

Se você está ponderando iniciar uma nova graduação, é importante refletir sobre as oportunidades e vantagens que ela é capaz de proporcionar.

Por isso, neste artigo, reunimos várias informações para ajudar você a tomar a decisão de fazer uma segunda faculdade.

Avance no conteúdo para saber mais!

Vale a pena fazer uma segunda faculdade?

Respondendo prontamente a esta pergunta: sim, vale a pena fazer uma segunda faculdade, desde que os propósitos estejam bem definidos.

O que isso quer dizer?

Bem, vamos às duas principais razões pelas quais as pessoas escolhem fazer uma nova graduação:

Mudar de profissão

É comum os estudantes ingressarem na faculdade logo após o fim do ensino médio.

Ou seja, por volta dos 17, 18 anos.

Muitos jovens nessa idade estão certos de suas carreiras.

Provavelmente, porque sonharam com uma profissão a vida toda.

No entanto, a grande maioria não sabe qual curso escolher e toma a decisão que parece mais acertada para o momento.

Nessa pressa de decidir pelo futuro profissional, acabam se decepcionando com a carreira assim que entram no mercado de trabalho.

E isso não é uma falha grave ou algo do tipo.

De certo, é difícil fazer uma escolha que vai perdurar por muito tempo.

Às vezes, ainda, a profissão atende aos propósitos por um período. 

Mas, com o passar dos anos, vem o desejo de seguir um novo rumo.

Esses casos têm algo em comum: a necessidade de fazer uma segunda graduação.

Afinal, mudar de área requer competências diferentes e específicas que precisam ser desenvolvidas durante a faculdade.

Potencializar a carreira

O outro cenário é de profissionais que estão felizes com a profissão escolhida, mas têm o objetivo de dar um upgrade na carreira.

Ou seja, pretendem fazer uma nova faculdade para adquirir ainda mais conhecimentos e obter destaque no mercado de trabalho pela bagagem completa.

O que é melhor: fazer outra faculdade ou uma pós?

Fazer outra faculdade ou uma pós parecem duas alternativas semelhantes para você?

Bem, saiba que elas diferem nas oportunidades oferecidas.

A segunda faculdade é indicada para quem deseja ampliar os conhecimentos sobre outros assuntos.

Já a pós-graduação é recomendada para profissionais que querem aprofundar os conhecimentos em uma área específica. 

Portanto, é essencial refletir sobre os objetivos para chegar a conclusão de qual opção é a ideal para você.

Qual a diferença entre segunda graduação e segunda licenciatura?

segunda faculdade  qual diferenca entre graduacao licenciatura

É mais frequente ouvirmos falar sobre segunda licenciatura.

Isso porque ela é o tipo mais comum de segunda graduação.

O bacharelado ou o tecnólogo, por exemplo, não são voltados para a carreira acadêmica.

Já a licenciatura é uma titulação orientada à prática do ensino.

Ou seja, permite que o profissional formado ministre aulas para alunos do ensino fundamental e médio. 

A segunda licenciatura, portanto, refere-se a um docente que planeja ampliar as disciplinas ensinadas.

Um professor formado em Letras, por exemplo, pode fazer uma segunda licenciatura em História.

Assim, pode lecionar as duas matérias: Língua Portuguesa e História. 

É bem provável, no entanto, que a segunda formação seja reduzida. 

Afinal, a grade curricular da primeira graduação pode conter disciplinas similares, sobretudo as relacionadas à prática do ensino. 

Neste caso, o aluno pode eliminar as matérias, desde que a instituição de ensino dê o aval.

O mesmo pode ocorrer com segundas graduações em outras habilitações.

Se elas forem complementares, é possível que também ocorra a dinâmica de eliminação.

Para quem está pensando em fazer a segunda licenciatura, as principais opções são:

  • História
  • Geografia
  • Letras
  • Filosofia
  • Sociologia
  • Química
  • Matemática
  • Pedagogia
  • Artes
  • Informática
  • Serviço Social
  • Teatro
  • Teologia.

Segunda faculdade é bem vista pelo mercado?

Uma das principais preocupações de quem decide fazer a segunda faculdade é a aceitação dela no mercado de trabalho.

Afinal, será que as empresas e recrutadores reconhecem uma nova formação como algo positivo?

Se este também é o seu receio, saiba que a segunda graduação é bem vista quando tem sentido com o que o profissional está buscando para a carreira.

Ou seja, se o propósito está claro, o mercado compreende e enxerga essa formação como um diferencial. 

A segunda graduação mostra que não tenho foco?

Depende do caso. 

Fazer uma segunda graduação só por fazer, sem nenhuma estratégia por trás dessa decisão, representa, sim, uma falta de foco.

Afinal, onde você espera chegar com uma nova formação?

Se as suas graduações não têm nenhum tipo de relação, isso também pode acionar o alerta dos recrutadores.

Vamos supor que a sua primeira formação seja em Jornalismo e a segunda, em Biomedicina.

Concorda que as duas carreiras não são nada complementares?

A não ser que você tenha desistido de ser jornalista e optado por trilhar a profissão de biomédico, a combinação dos cursos não segue uma lógica razoável.

Por isso, quando for se candidatar a alguma vaga, prefira colocar no currículo apenas a graduação ideal, que representa a profissão desejada no momento.

Aí, sim, durante a entrevista, você pode mencionar que fez outro curso anteriormente.

Vantagens de fazer uma segunda faculdade

segunda faculdade vantagens de fazer uma

Como vimos até aqui, fazer uma segunda faculdade exige uma reflexão detalhada sobre o futuro profissional esperado.

Quando a decisão vai ao encontro do propósito, as vantagens são notáveis: 

Versatilidade na profissão

Ser muito bom em uma área específica é algo positivo.

No entanto, é importante também desenvolver outras habilidades que acrescentam ao trabalho.

As empresas, inclusive, têm valorizado cada vez mais os profissionais que são capazes de assumir responsabilidades distintas.

Nesse sentido, a segunda faculdade pode contribuir bastante, já que novas competências são desenvolvidas durante o curso.

Novas possibilidades de atuação

A segunda faculdade também abre portas.

Isso significa que a nova formação pode ampliar as suas chances de atuação.

Além de escalar cargos maiores, é possível realizar outras atividades.

Quem faz uma licenciatura após um bacharelado, por exemplo, pode começar a ministrar aulas.

Ou seja, é mais uma profissão dentro do seu campo de conhecimento. 

Atualização da carreira

Fazer uma segunda graduação é ainda um meio de manter-se atualizado na carreira.

Quem se formou há bastante tempo, seja em qual for a área, sabe que as práticas da profissão mudaram muito ao longo dos anos.

Afinal, o advento da tecnologia revolucionou várias atividades. 

Por isso, um novo curso, sobretudo mais moderno, pode ajudar nessa evolução.

Quer ver só um exemplo?

Antes dos anos 90, não havia diversos programas de computadores como conhecemos hoje.

Os alunos de Design Gráfico daquela época nem imaginavam usar ferramentas como o Photoshop, que é um grande aliado dos designers atualmente.

Exemplos de graduações que se complementam

segunda faculdade exemplos de graduacoes que se complementam

Se você não pensa em mudar completamente o rumo da sua vida profissional, o mais indicado é optar por uma segunda graduação que complemente a primeira.

Normalmente, os cursos complementares pertencem à mesma área de conhecimento.

Ou seja, Ciências Humanas, Ciências Exatas e Ciências Biológicas.

Em Ciências Humanas, são exemplos de formação:

  • Letras
  • Jornalismo
  • Filosofia
  • Direito
  • História
  • Pedagogia.

Em relação às Ciências Exatas, fazem parte:

  • Ciências Contábeis
  • Matemática
  • Engenharia
  • Física
  • Automação Industrial
  • Sistemas de Informação.

Por fim, englobam as Ciências Biológicas:

  • Enfermagem
  • Biomedicina
  • Farmácia
  • Fisioterapia
  • Odontologia
  • Medicina.

Lembrando que essas formações são apenas alguns exemplos.

Existem vários outros cursos. 

Mas, então, percebe como existe uma proximidade entre as faculdades dos mesmos grupos?

Esse é um dos princípios para avaliar os cursos complementares.

Depois, é preciso entender como os conhecimentos podem ser ampliados com a segunda escolha.

Um jornalista, por exemplo, pode fazer faculdade em Letras para aprimorar o seu conhecimento sobre a língua portuguesa, a fim de tornar-se um editor de texto.

Um engenheiro tem a opção de cursar Matemática para trabalhar como pesquisador na área.

E um enfermeiro pode ingressar na faculdade de Fisioterapia para adquirir habilidades mais específicas do ramo e tornar-se um profissional especialista nos cuidados de pacientes em recuperação de cirurgias, por exemplo.

Conclusão

E, então, está convencido de que a segunda faculdade tem potencial para alavancar a sua carreira?

Lembre-se de que é preciso ter clareza quanto aos seus objetivos para tomar a decisão correta.

Só assim será possível colher os frutos dessa escolha.

Vale reforçar também que a opção de curso é fundamental para obter resultados favoráveis.

E, além da formação adequada, é importante ter o cuidado de ingressar em uma instituição de ensino qualificada e reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação).

A modalidade do curso é ainda um dos aspectos a serem considerados.

Já pensou em fazer uma graduação EAD?

A educação a distância tem crescido bastante e conquistado cada vez mais adeptos.

Segundo os Dados do Censo da Educação Superior 2018, foram oferecidas 7,71 milhões de vagas no EAD contra 6,36 milhões de vagas no ensino presencial.

Essa procura se dá por diversas vantagens que o modelo proporciona.

Para quem já trabalha e tem uma rotina puxada, o EAD é ideal, já que é possível estudar de qualquer lugar e horário, apenas com acesso à internet.

Além disso, as mensalidades do curso são mais baixas.

E o diploma?

Bem, ele é idêntico ao da graduação presencial e, portanto, tem o mesmo peso no mercado de trabalho.

Na UNIFEOB, você encontra vários cursos EAD.

O centro universitário tem mais de 50 anos de experiência, com professores titulados especialistas, mestres e doutores.

Acesse o site e saiba mais!

Gostou deste artigo? Aproveite o espaço abaixo para escrever o seu comentário e compartilhe o conteúdo em suas redes sociais.

Inscreva-se no nosso Blog

blog ead unifeob

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT