Você sabe como funciona um programa de trainee?

Atualmente, o mercado de trabalho está cada vez mais restrito, não é mesmo? Sendo assim, conquistar uma vaga em uma grande empresa brasileira ou multinacional parece um sonho distante. 

Contudo, com os programas de trainee, é possível alcançar esse objetivo. Grande parte das empresas de renome abrem programas de trainee anualmente, buscando profissionais novos no mercado de trabalho e com muita vontade de se desenvolver e crescer. 

Segundo um levantamento feito pelo Seja Trainee, site que reúne informações dos principais programas do Brasil, em 2020, foram abertas 170 seleções para trainee. Em 2019, foram 125. No primeiro semestre de 2020, 61 abriram seus programas, contra 47 em 2019, uma alta de 30%. No segundo semestre, foram 109 em 2020 contra 78 em 2019, alta de 40%.

Ou seja, os trainees estão em alta! Cada vez mais empresas adotam esse tipo de programa, sendo uma ótima oportunidade para os profissionais em início de carreira. 

Quer conhecer mais sobre os trainees? Fique conosco e confira o nosso guia completo!

Confira:
O que são programas de trainee 
Como é o dia a dia de um trainee 
O que é preciso para entrar em um programa de trainee 
Os principais programas de trainee brasileiros
Conclusão 

programa de trainee - jovens reunidos em volta de mesa de reunião com computadores

O que são programas de trainee 

Como o nome sugere, trainee são programas de treinamento em uma empresa, destinado a profissionais com até dois anos de conclusão do curso ou que estão prestes a se formar. 

O objetivo dos programas de trainee é promover o crescimento e desenvolvimento do profissional dentro da empresa. Para isso, os profissionais que integram esses programas recebem uma série de treinamentos e trabalham diretamente com os gestores de cada área da empresa, aprendendo todos os processos da instituição e identificando com qual área mais se identificam. 

É interessante compreender que o trainee não é uma vaga muito padrão — como um analista de redes sociais, que, só por esse título, já diz quais serão as funções desempenhadas. 

As obrigações de um trainee são mais abrangentes. A ideia desse programa é fazer com que o profissional passe por diversos setores da empresa, entendendo a cultura e trazendo toques de inovação. Afinal, muitas companhias sabem que precisam pensar fora da caixa para se manterem competitivas no mercado.

Assim, a ideia é que com o tempo esse jovem profissional deixe a função de trainee e assuma um cargo de relevância na empresa. Normalmente, são selecionados para integrar o time efetivo da empresa aqueles profissionais que obtiveram mais destaque e apresentaram melhores resultados durante o treinamento.

Atualmente, o trainee é a porta de entrada para grande parte das multinacionais. Para participar, além da formação superior, é preciso cumprir uma série de requisitos, como testes on-line, desafios em vídeo e dinâmicas em grupo.

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

A diferença entre estágio e trainee 

O estágio é uma prática educativa, normalmente direcionada para estudantes que estão no início e no meio da graduação e desejam complementar a sua formação com conhecimentos práticos. Em muitos cursos, inclusive, o estágio faz parte das exigências para a obtenção de diploma.

O  trainee, por sua vez, foca mais no aspecto profissional e é voltado para quem já se formou ou está no final do curso. É um programa focado no mercado de trabalho e no crescimento do profissional dentro da instituição. 

Quanto ganha um trainee 

Os programas de trainee são remunerados e a grande maioria é CLT.  Não há um valor mínimo de remuneração, cada empresa define a seu. No entanto, os salários costumam ser muito atrativos. 

De acordo com o site Vagas, o salário de um trainee varia de R$ 4 mil e R$ 6 mil reais, podendo ser menor ou maior de acordo com a área e a empresa. 

Além disso, muitas companhias também oferecem benefícios como vale-refeição, vale-transporte, plano médico e odontológico.

Como é o dia a dia de um trainee 

Cada empresa tem liberdade para estruturar seu programa de trainee da forma como preferir. Contudo, existe um modelo básico que é seguido pela grande maioria das empresas, sendo composto por algumas etapas. Confira:

  • Etapa 1: Imersão no negócio

Na primeira fase do trainee, os profissionais entendem como funciona a empresa e quais são seus principais setores e valores organizacionais. 

  • Etapa 2: Integração 

Na segunda etapa, os profissionais passam por um processo de integração.

Nessa fase, eles entram em contato com lideranças e conhecem mais sobre cada setor. A vantagem de se tornar um trainee é que as empresas que desenvolvem esse tipo de programa costumam ser mais horizontais, facilitando essa troca.

  • Etapa 3: Treinamentos 

Aprender é uma das vantagens do trainee. Você passará por muitas aulas e cursos rápidos, seja para usar ferramentas específicas ou entender melhor a empresa e seu segmento.

  • Etapa 3: Job Rotation

Nesta etapa, os profissionais passam por “rodízio” de funções para que possam conhecer as atividades e procedimentos específicos de cada setor.

Assim, os novos integrantes da equipe podem passar um período atuando em marketing, depois no financeiro, nas vendas, logística e assim por diante.

  • Etapa 4: Desenvolvimento

Depois de passar pela integração e pelo job rotation, os gestores já conseguem identificar a função e o setor em que o profissional tem mais possibilidade de crescer e apresentar bons resultados. 

Dessa forma, os trainees são alocados em projetos específicos e estratégicos para a empresa.

programa de trainee - mesa com diversos notebook e braços apoiados vista de cima

O que é preciso para entrar em um programa de trainee

Antes de qualquer coisa, é importante frisarmos que cada empresa possui seus próprios critérios para definir quais profissionais podem ou não ser trainees. Ou seja, os requisitos podem variar, sendo assim, é importante sempre ficar de olho para ver se você atende cada um.

Contudo, o requisito indispensável  para todos os programas de trainee é a formação superior.  Grande parte das empresas exige que os participantes estejam no ano final da graduação ou que tenham concluído o curso há menos de dois anos. 

A grande maioria dos processos seletivos de trainee não exige que os candidatos tenham experiência profissional prévia. Afinal, a ideia do programa é exatamente fornecer conhecimento e proporcionar o crescimento dos participantes. 

Normalmente, um trainee dura entre um e dois anos. É durante esse tempo que o funcionário tem uma rotatividade por diferentes setores da empresa e identifica a área com a qual possui mais afinidade. 

Para participar de um trainee, é preciso estar atento aos prazos em que as empresas lançam os seus programas. Via de regra, é comum que as seleções aconteçam anualmente ou semestralmente. 

Quando as empresas abrem os processos seletivos de trainee, você terá um período para se inscrever. Após o encerramento, você receberá um retorno da empresa se está apto ou não para dar prosseguimento. As etapas seguintes do processo seletivo de trainee costumam envolver desafios, testes de raciocínio lógico, dinâmicas de grupo e entrevistas individuais.

4 dicas para ingressar em um programa de trainee

Abaixo, trazemos algumas dicas para quem pretende concorrer a uma vaga de trainee em 2022. Confira:

  • Invista em uma boa formação

Lembra que ter formação superior é requisito básico para participar de um programa de trainee? Logo, investir em uma boa formação é o primeiro passo para conquistar esse tipo de vaga. 

Se você já trabalha e não tem muito tempo disponível para os estudos, não se preocupe. Atualmente, existem diversas faculdades EAD, que oferecem a mesma qualificação de um curso presencial. 

No EAD, todas as aulas acontecem online, através do ambiente virtual de aprendizagem, o que dispensa deslocamento até o polo da universidade. Além disso, o estudante tem liberdade para assistir às aulas quando preferir, o que permite criar um rotina adequada com as suas necessidades. 

Ficou interessado? Conheça os cursos da EAD Unifeob!

  • Pesquise sobre a empresa

Os programas de trainee abrem vagas anualmente, certo? Para não perder nenhum prazo, faça buscas pelos programas com frequência ou entenda o momento em que as organizações do seu interesse abrem suas vagas. Assim, você não perde nenhuma oportunidade!

Depois de realizar a inscrição, procure mais informações sobre essas empresas específicas: o foco de trabalho, a cultura e o que dizem os funcionários, por exemplo. Tudo isso ajuda você a se preparar para dinâmicas e entrevistas ao longo do processo seletivo.

  • Faça cursos diferentes

Não basta a formação em uma ótima faculdade. Os recrutadores gostam de candidatos que vão além do aprendizado formal. 

Por isso, faça certificações online, busque cursos livres, leia bastante e procure mentores ou pessoas que inspirem você para entender a história delas. Afinal de contas, aprendemos das mais diversas maneiras.

  • Desenvolva habilidades socioemocionais

Habilidades socioemocionais são competências de caráter interpessoal relacionadas aos traços comportamentais de um indivíduo. Esse conjunto de competências é também conhecido como soft skills. 

Atualmente, além das habilidades técnicas, as empresas têm procurado cada vez mais por profissionais que tenham essas competências socioemocionais, priorizando padrões comportamentais condizentes com o esperado para a vaga. Para um programa de trainee, dominar essas habilidades é um grande diferencial.

Abaixo, apresentamos as soft skills mais importantes para sua carreira:

  • Colaboração
  • Inteligência Emocional
  • Trabalho em equipe
  • Empatia
  • Comunicação eficaz
  • Senso de Liderança
  • Responsabilidade

Os principais programas de trainee brasileiros 

Conheça os principais programa de trainee brasileiros:

Ambev

A Ambev tem um dos processos seletivos mais conhecidos, concorridos e tradicionais do mercado. 

No programa da Ambev, os trainees passam por uma imersão nas fábricas para conhecer a logística que faz a empresa funcionar. Depois, cada candidato começa a trabalhar em uma área específica.

O salário dos trainees da Ambev fica na casa dos R$ 5.000.

Itaú Unibanco

No programa de trainee do Itaú, os participantes podem se alocar em três áreas diferentes durante o treinamento: área institucional, banco de atacado e negócios de varejo.

O salário é de R$ 5.980,16 e a empresa ainda oferece outros benefícios como auxílio para alimentação e creche, assistência médica, parcerias com outras empresas e plano de previdência.

programa de trainee - jovens reunidos em volta de um notebook

Unilever

A Unilever lidera a lista de melhores programas de trainee do Brasil, principalmente pelo salário, pagando R$ 7.270 a cada profissional.

Outro destaque da companhia é que o trainee da Unilever é o mais antigo do Brasil. 

Durante o programa, trainees e profissionais seniores interagem e trocam experiências durante todo o ciclo de aprendizagem. 

Não é à toa que 41% dos executivos da companhia foram trainees.

Renner

A Renner é uma das empresas destaques do setor de varejo e também está entre os melhores programas de trainee do Brasil.

O programa tem duração de 14 meses e quem entra no processo seletivo recebe um salário de R$ 5.434.

Atualmente, 81% dos executivos da empresa começaram a carreira na Renner através do programa de trainee.

Conclusão

Neste artigo, falamos sobre programa de trainee, explicando o que são e como funcionam. 

E aí, ficou com vontade de se tornar um trainee? Compartilhe conosco nos comentários qual processo seletivo você gostaria de tentar!

Se você gostou de conteúdo, leia também:

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT