Tags: Ensino Superior

Você sabe o que é cibersegurança? Essa é uma das áreas que mais cresce atualmente e será cada vez mais requisitada nos próximos anos.

Mesmo não conhecendo a fundo, você faz “uso” da cibersegurança todos os dias quando acessa a internet, fala com seus amigos nos aplicativos ou utiliza as redes sociais.

Como está presente em muitas das atividades do nosso dia a dia, os profissionais dessa área são muito valorizados e buscados pelas empresas, tanto em cidades pequenas quanto megalópoles.

Por isso, a UNIFEOB conta com curso de Segurança e Defesa Cibernética (Security Devops) para aqueles que querem mudar e deslanchar sua carreira em um dos setores que mais cresce no Brasil e no mundo.

Entenda melhor o que é a cibersegurança e por que essa é uma carreira em ascensão!

Aqui você vai conferir:
O que é cibersegurança
Por que a cibersegurança está em alta
Quanto ganha um cibersegurança
Qual faculdade fazer para ser cibersegurança

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

O que é cibersegurança

Cibersegurança, como o nome sugere, é a segurança cibernética. Ou seja, a segurança de tudo o que envolve computadores, dispositivos móveis, servidores, internet, sistemas eletrônicos (como de bancos), entre outros.

O intuito da cibersegurança é criar maneiras de evitar ataques que prejudiquem o usuário de alguma forma. Isso vale tanto para pessoas em seus computadores e celulares quanto para empresas.

Assim, o profissional de cibersegurança trabalha diretamente com construção de barreiras que evitem golpes, instalação de malwares, acesso a informações sigilosas ou sensíveis, entre outras coisas.

A cibersegurança é uma das áreas mais importantes da tecnologia hoje em dia, por isso, é extremamente valorizada financeiramente.

Afinal, sem essas medidas de segurança, seria impossível utilizar a internet como fazemos hoje.

Categoria de cibersegurança

A cibersegurança pode ser dividida em diferentes categorias:

  • Segurança de rede: é feita para proteger a rede de um computador contra invasores externos. Aqui considera-se tanto a rede criada entre os computadores quanto a internet. O intuito é proteger as informações contidas nessa rede;
  • Segurança de informação: é uma das mais importantes atualmente, ela protege a privacidade e a integridade dos dados. Como hoje os dados são muito importantes para as empresas e para os cidadãos, é uma área que recebe muitos ataques;
  • Segurança operacional: relacionada com o acesso e armazenamento dos dados, muito comum em empresas para definir os procedimentos de segurança, quem terá acesso a um tipo de dado, quais serão as medidas de controle, etc;
  • Segurança de aplicação: voltada a proteger softwares e dispositivos a fim de evitar acesso a outros tipos de dados da máquina ou de um celular, por exemplo. Essa categoria envolve inúmeros pontos que vão desde a construção do software até seu design;
  • Planejamento de continuidade: é a construção de um plano de continuidade para empresas caso haja algum tipo de problema com a cibersegurança e os dados armazenados. Geralmente, é feito por especialistas da área, que definem o que será feito para restaurar a segurança e o que fazer dali em diante;
  • Educação do usuário: é um passo importante, mas bastante complexo de ser feito. Basicamente, é ensinar o usuário a se proteger, por exemplo, não baixar anexos suspeitos, não conectar drives USB e a reconhecer possíveis golpes.

Como foi possível notar, a área da cibersegurança é muito ampla e com diferentes possibilidades de atuação.

O profissional que trabalha com isso é primordial para a empresa e, por isso, é muito valorizado e tende a construir uma carreira sólida, já que tem conhecimento muito específico e valioso.

Mas será que tudo isso é realmente necessário? Agora que você já sabe o que é cibersegurança, entenda por que é uma das áreas mais aquecidas!


Por que a cibersegurança está em alta

O que é cibersegurança - mãos em teclado de computador

A cibersegurança trabalha diretamente na proteção de dados e informações, que são cada vez mais valiosos e, por isso, estão sempre sob constantes ameaças.

Um levantamento feito pela empresa Fortine, especializada em cibersegurança, mostrou que o Brasil sofreu mais de 8,4 bilhões de tentativas e ameaças de ataques cibernéticos em 2020, sendo 20% de todos os casos da América Latina.

Em 2021, o Brasil foi o 5º país no ranking de quem mais sofreu com ataques cibernéticos, com mais de 9 milhões de casos apenas no primeiro trimestre.

Ou seja, o número de ataques não para de crescer e isso é ruim tanto para os usuários (que têm seus dados expostos) quanto para as empresas (que podem perder seus dados e ter informações sigilosas expostas).

O setor varejista, bancário, de serviços médicos e entidades públicas são os que mais recebem tentativas de ataques. Eles contam com informações valiosas para os criminosos cibernéticos, tanto para tentativas de golpes quanto para venda de dados.

Por isso, esse setor não para de crescer, e a demanda por profissionais capacitados aumenta a cada ano.

Quanto ganha um profissional de cibersegurança

Como vimos, o profissional de cibersegurança é e continuará sendo um dos mais valiosos para o mercado, visto sua importância para a manutenção de uma empresa.

De acordo com o site Glassdoor, o salário de um profissional de cibersegurança é, em média, de R$ 5 mil. Porém, esse valor pode ser muito maior, chegando a R$ 41 mil por mês para profissionais mais experientes e especializados.

Ou seja, esse valor depende muito do conhecimento do profissional, do tipo de ameaça que a empresa recebe e a qual setor pertence. Assim, é possível crescer muito na carreira e conseguir salários muito acima da média.

Isso sem falar na possibilidade de ter uma carreira internacional pois, como vimos, o mundo todo está investindo cada vez mais em cibersegurança e em profissionais especializados nisso.

Qual faculdade fazer para trabalhar com cibersegurança

A área da cibersegurança trabalha diretamente com a tecnologia e, por isso, é uma das vertentes dessa área.

A tecnologia, por si só, já é uma área de atuação em pleno crescimento e muito valorizada, o que não é diferente com a cibersegurança.

Para trabalhar nessa área é preciso fazer uma faculdade da área de Tecnologia da Informação (TI) ou um curso já voltado à segurança, como o de Segurança e Defesa Cibernética (Security Devops) da UNIFEOB.

A UNIFEOB é uma das faculdades mais renomadas da região de São João da Boa Vista, tem nota 5 no MEC para os cursos a distância (EAD) e com mais de 60% do corpo docente formado por mestres e doutores.

A possibilidade de fazer um curso EAD para uma carreira tão importante traz muito mais facilidade, principalmente para quem deseja mudar de carreira e ter uma vida profissional cada vez mais promissora.

Conheça nosso curso de Segurança e Defesa Cibernética (Security Devops)!

Durante essa graduação, você aprenderá como projetar, desenvolver, implantar e fazer a manutenção dos mecanismo de defesa e segurança de sistemas diversos.

O curso aborda as arquitetura de redes e segurança, rounting and switching, redes linux, técnicas de programação, cloud computing, Blockchain, malware e engenharia reversa, entre outros temas.

Também reflete sobre as questões éticas e legais da cibersegurança, gestão de riscos e vulnerabilidade, auditoria e controle.

Confira nossas opções de bolsas de estudos e comece hoje mesmo a construir uma carreira promissora!

Use sua nota do Enem e ganhe bolsa na sua graduação EAD!

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT