Você sabe como é a profissão de quem se forma em Engenharia Elétrica EAD? Este profissional é o responsável por planejar, construir e manter sistemas para transmitir e distribuir energia elétrica, além de trabalhar com circuitos elétricos em equipamentos diversos.

A faculdade de Engenharia Elétrica é um dos campos mais específicos das engenharias, mas também é um dos que possui uma das maiores demandas de emprego no mercado de trabalho.

Trata-se de um bacharelado, com duração média de cinco anos e pode ser feito na metodologia presencial ou no ensino a distância (EAD). Durante o curso você absorve, principalmente, conhecimentos sobre eletricidade, eletromagnetismo e eletrônica.

E para quem precisa trabalhar enquanto estuda, a Engenharia Elétrica EAD está disponível no método semipresencial, ou seja, o curso aulas teóricas a distância e práticas presenciais. Assim, para a parte teórica, pode estudar de qualquer local e em qualquer horário, só precisa ter um computador com acesso à internet.

Continue a leitura e aprenda tudo sobre o curso de Engenharia Elétrica EAD.

engenheira 2 

O curso de Engenharia Elétrica EAD

         Durante a faculdade de Engenharia Elétrica EAD, a parte teórica do curso você estuda em casa pelo ambiente virtual. As disciplinas são ministradas através de videoaulas, que ficam disponíveis para serem assistidas mais de uma vez, se for preciso.

Já as aulas presenciais são realizadas no campus da instituição e a frequência varia em cada instituição, podendo ser mensal, quinzenal ou semanal. Geralmente ocorrem a noite ou aos finais de semana, possibilitando que todos os alunos participem, mesmo que trabalhem.

É obrigatório e indispensável que você frequente as aulas presenciais, pois é nesse momento que você vai colocar em prática a teoria que estudou em casa. Irá realizar experimentos, tirar dúvidas com os professores, entregar trabalhos e fazer as provas.

A modalidade de estudo para a faculdade de Engenharia Elétrica EAD semipresencial é autorizada pelo Ministério da Educação (MEC) desde o ano de 2004, e vem ganhando destaque entre os estudantes.

Algumas das disciplinas exigidas pelo MEC e que você estudará durante a faculdade são as que envolvem a eletricidade em geral, como os sistemas e circuitos elétricos; eletromagnetismo; eletrônica analógica e digital; eletrônica de potência; geração, transmissão e distribuição de energia elétrica; materiais elétricos; matriz e eficiência energética; máquinas elétricas, entre outras.

Também há uma gama de disciplinas que envolvem a computação, a tecnologia de rede e dados, máquinas industriais e telecomunicação. Para se formar em engenharia elétrica, o estudante precisa fazer o estágio supervisionado e o TCC (Trabalho de Conclusão de Curso).

 

Vantagens de estudar Engenharia Elétrica a distância

Agora que você já entendeu como é o curso, vamos explicar porque vale a pena estudar a distância.

estudante com fones

 

Flexibilidade de horários

Quando pensamos em faculdade a distância, a principal vantagem é a flexibilidade de horários. Por não precisar estar na faculdade todos os dias, você tem versatilidade de estudar no horário e no local que for mais adequado para você.

Por exemplo, se você trabalha no comércio das 8h às 18h, pode tirar duas ou 3 noites da semana para estudar, ou estudar nos domingos e feriados. Agora quem trabalha em horários vespertinos, como das 15h às 00h, pode estudar durante o período da manhã, ou até nas madrugadas.

Com a correria do dia a dia, a faculdade de engenharia elétrica EAD, é a chance para quem não consegue frequentar às aulas presenciais todos os dias, seja porque tem um estilo de vida movimentado, seja por ter outras responsabilidades.

Também é excelente se você é mãe ou pai, com filhos ainda criança para cuidar. O estudo EAD cai como uma luva para você. Pelo fato de poder estudar em casa, não vai precisar deixar os seus filhos sozinhos ou com estranhos.

Na faculdade de Engenharia Elétrica EAD, seu único compromisso com hora marcada é com as aulas presenciais. Assim, conciliar trabalho, estudo e família se torna uma tarefa um pouco mais fácil.

Curso reconhecido pelo MEC e pelo mercado

A modalidade de estudo EAD, vem ganhando cada vez mais força, reconhecimento no Brasil e no mundo. Isso graças aos avanços tecnológicos que estão revolucionando a comunicação e deixando as pessoas cada vez mais próximas umas das outras.

Muita gente tem dúvida se a faculdade de Engenharia Elétrica EAD semipresencial é reconhecida pelo MEC e se o diploma tem o mesmo valor no mercado de trabalho. A resposta é SIM para as duas perguntas!

De acordo com pesquisas realizadas pelo Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), 15,3% dos brasileiros conseguem um diploma do Ensino Superior pelo modalidade EAD. Com isso, o mercado de trabalho não tem mais preconceitos com estudantes formados em cursos a distância.

Em vez de se preocupar com isso, pense nas inúmeras oportunidades que a faculdade a distância pode te proporcionar, como melhores salários e reconhecimento.

 

Economia de tempo

Na faculdade semipresencial, você não precisar se deslocar até o campus todos os dias e assim economiza tempo, gastos com o deslocamento e alimentação fora de casa. Mesmo com as aulas presenciais, elas ocorrem poucas vezes por semana, facilitando a sua rotina.

 

Mesmo nível de aprendizado

A metodologia do curso a distância é a mesma que a presencial. Os mesmos professores e as mesmas disciplinas ministradas. O que muda é a maneira como as disciplinas são aplicadas e o rigor exigido.

Não se deve confundir flexibilidade com facilidade. Mesmo o curso sendo à distância, o aluno deve respeitar os prazos de entrega de trabalho, professores e comparecer nas aulas presenciais. A faculdade de engenharia elétrica EAD é tão rigorosa quanto a presencial.

 

Disciplina

         Durante a faculdade de Engenharia Elétrica EAD, é o aluno quem organiza seus horários e método de estudo, criando assim, sua própria disciplina de estudo. É você quem organiza e define seu próprio ritmo. E desenvolve também o senso de autonomia, organização, e capacidade de ser autodidata. Características essas muito valorizadas no mercado de trabalho.

O aluno que escolhe fazer faculdade EAD cria características de comportamento que são muito diferentes das dos alunos dos cursos presenciais. E elas podem fazer uma boa diferença na hora de conseguir o tão sonhado emprego na área em que estudou.

O mercado de trabalho valoriza o aluno formado no método EAD, por entender que ele tem algumas características que estudantes do ensino presencial não apresentam. As principais características desses profissionais são a disciplina e o comprometimento.

 

Estudar Engenharia Elétrica de qualquer lugar

O aluno que opta em estudar Engenharia Elétrica EAD, pode escolher estudar de qualquer lugar. Isso acontece porque no ensino à distância, os conteúdos ficam disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana e não é necessário cumprir horários fixos para fazer a maioria das atividades. Isso sem contar as bibliotecas virtuais, que tem o acervo acessível o tempo todo.

Assim, pode estudar o curso desejado mesmo morando em outra cidade. Você só vai precisar se deslocar até a faculdade para as aulas presenciais, mas isso é bem mais fácil de conciliar.

Com a faculdade a distância, o aluno não tem custo com moradia, deslocamento, transporte, alimentação e não precisa se preocupar em fazer mudança de cidade para estudar. Também é uma ótima solução se você precisa viajar com frequência ou viajar a trabalho.

A escolha da faculdade de Engenharia Elétrica EAD

A escolha de uma boa faculdade EAD é fundamental para fazer um curso de qualidade. Por isso, antes de se matricular, é importante que você faça uma pesquisa detalhada da faculdade que escolheu.

Fique atento a notícias sobre a faculdade e foque sua pesquisa para pontos importantes como: se ela é reconhecida pelo MEC; quantos anos está no mercado; quantos alunos entram por ano ou semestre; quantos se formam e quantos já estão no mercado de trabalho.

Em relação aos professores e coordenadores do curso: entre em contato, converse com eles, analise os currículos e questione quais são as experiências que possuem na área. Tudo isso interfere na qualidade de ensino que será aplicada.

Um fator que pode ajudá-lo a entender a preocupação da Universidade com o ensino EAD é se os professores da modalidade a distância são os mesmos do presencial. As melhores faculdades de Engenharia Elétrica EAD têm essa característica, garantindo que o curso tenha a mesma qualidade e mantendo a reputação da instituição.

Mesmo tendo o mesmo corpo docente, o que muda é a metodologia e a maneira que as disciplinas da faculdade de Engenharia Elétrica EAD serão aplicadas.

Aliás, você sabe o que é metodologia de estudo? É a maneira como as disciplinas serão aplicadas ao aluno durante a faculdade. A metodologia a distância é tão criteriosa quanto a presencial, pois além de professores qualificados e infraestrutura adequada, a forma como esses conteúdos serão disponibilizados é importante para que você aprenda mais.

As disciplinas da metodologia do curso de Engenharia Elétrica EAD devem ter fácil acesso através da plataforma online, com recursos didáticos que possam ser acessados de qualquer computador, smartphone ou tablet com acesso a internet.

Outra dica para escolher a faculdade é conversar com ex-alunos da perguntar como foi a experiência de estudar a distância.

Conhecer estrutura da faculdade também é importante. Durante o curso de Engenharia Elétrica EAD, o aluno terá aulas práticas em laboratórios. Visite a faculdade, conheça os laboratórios em que serão realizadas essas aulas práticas. Verifique e conheça os equipamentos dos laboratórios, veja se são novos ou se estão com a manutenção em dia.

Por fim, para saber se a faculdade e o curso escolhido é reconhecido pelo MEC, acesse site do e-MEC. No site você encontra a base de dados das instituições de Ensino Superior reconhecidas pelo MEC.

 

Custo da mensalidade do curso de Engenharia Elétrica EAD

O valor das mensalidades de faculdades de Engenharia Elétrica EAD é inferior aos cursos presenciais. Enquanto que um curso presencial pode custar até R$ 1.500,00 por mês, as faculdades a distância cobram de R$ 500 a R$ 800 por mês. Mas por que isso acontece?

Os motivos são três. O primeiro é que por ser a distância, há um custo operacional menor. Ou seja, gasta-se menos com recursos humanos, segurança e energia elétrica, fatores que influenciam nos valores das mensalidades, e são repassados aos alunos. Mesmo o curso de Engenharia Elétrica EAD sendo semipresencial, as universidades conseguem oferecer descontos maiores e cursos mais baratos.

A segunda razão é que há um maior número de alunos por turma. Enquanto que no modelo presencial, é preciso limitar a quantidade de estudantes de acordo com a estrutura física disponível, no EAD é possível ampliar porque uma parte do curso é online. Assim, dividem-se as turmas para as aulas presenciais e, assim, mais gente tem acesso à educação.

E por fim, a terceira razão é a própria estrutura física. Na faculdade de Engenharia Elétrica EAD as universidades não precisam de uma infraestrutura tão grande.

De toda forma, é fundamental que você escolha uma boa universidade, com campus a disposição e polo de apoio presencial com estruturas adequadas.

 

O mercado de trabalho em Engenharia Elétrica EAD

O mercado de trabalho está aquecido para o Engenheiro Elétrico no Brasil. Esse profissional pode trabalhar nas áreas de: eletrônica, engenharia biomedicina, hardware e programação, instrumentação, microeletrônica e telecomunicações.

O engenheiro elétrico encontra oportunidades em empresas privadas ou públicas, realizando projetos elétricos para máquinas, automatização de sistemas, retrofittings, criação de células robotizadas, sistemas de inteligência artificial, desenvolvimento de próteses e muito mais.

Outro ramo muito promissor é o da energia elétrica. O Governo Federal planeja expandir o setor de energia elétrica em todo o país, e substituir a matriz energética poluente por outras mais sustentáveis. Isso deve influenciar no aumento da procura por engenheiros eletricistas. A conclusão é que a profissão tende a crescer muito nos próximos anos.

Quando ao salário, se acordo a Lei 4.950-A/66, de 1966, a profissão de engenheiro elétrico está regulamentada à mesma a tabela salarial dos profissionais diplomados em Engenharia, Química, Arquitetura.

De acordo com o site salario.com, a faixa salarial do Engenheiro Eletricista é, em média, de R$ 8.216,85, com uma jornada de trabalho que gira em torno de 41 horas semanais.

Assim, Engenharia Elétrica EAD é um curso bastante valorizado no mercado de trabalho, e que oferece diversas vantagens para quem o escolhe. Estudar a distância vale a pena, pois você pode conciliar os estudos com a sua rotina de trabalho, tem excelente custo-benefício e uma formação numa área que só tende a crescer.

Gostou de conhecer mais sobre a faculdade de Engenharia Elétrica EAD e sobre como funcionam os cursos EAD semipresenciais? Então, para começar a sua graduação, conheça o Centro Universitário Octávio Bastos, UNIFEOB.

O UNIFEOB está há mais de 50 anos formando profissionais e oferecendo aos seus alunos a melhor estrutura para se estudar. Acesse e confira.

 

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT