engenharia eletrica mercado de trabalho carreira curso

Você já parou para pensar sobre como é o mercado de trabalho na Engenharia Elétrica?

Estamos tão habituados com a presença da energia elétrica em nossas vidas que nem nos damos conta do esforço que os profissionais exercem para que tenhamos todas essas facilidades.

Talvez, agora, em um momento de definição da carreira, você tenha começado a refletir sobre o assunto e considerado seguir a profissão de engenheiro elétrico.

Se esse for o caso, saiba que a atividade está em alta.

Falaremos sobre isso e muito mais relacionado à Engenharia Elétrica neste texto.

Acompanhe o conteúdo até o final!

O que é Engenharia Elétrica?

A Engenharia Elétrica é um ramo da engenharia voltado aos estudos e aplicações da eletricidade, eletromagnetismo e eletrônica. 

O profissional formado nessa área é chamado de engenheiro elétrico ou de engenheiro eletricista. 

O que faz um engenheiro elétrico?

O engenheiro elétrico tem o compromisso de distribuir a energia elétrica para toda a população de modo seguro.

Antes disso, ele tem a responsabilidade de planejar, construir e manter os sistemas capazes de gerar e transmitir a energia elétrica. 

Qual é a importância do engenheiro elétrico no mercado de trabalho?

Se o engenheiro elétrico é quem dissemina a energia elétrica para a sociedade, até mesmo para os locais mais afastados, já é possível perceber a importância do trabalho, não é verdade?

De fato, a atuação do profissional está por todos os cantos.

Você mesmo, para ler este artigo, está ou esteve ligado com o trabalho do engenheiro elétrico de alguma forma.

Se a luz do ambiente em que você se encontra não está acesa, por exemplo, você deve ter precisado carregar seu celular, tablet, notebook ou computador para acessar o blog.

A Engenharia Elétrica é essencial para uma infinidade de atividades.

Trazendo para o contexto do mercado de trabalho, pense no funcionamento de uma indústria ou de um hospital, por exemplo.

Sem os engenheiros para estudar e aplicar a energia elétrica, as máquinas e equipamentos não operariam, certo?

Ou seja, dificilmente o trabalho nesses locais seria possível. 

Quais são as vantagens de atuar na área de Engenharia Elétrica?

Como tudo parece precisar de energia elétrica, a Engenharia Elétrica pode ser considerada uma área de extrema responsabilidade.

É, portanto, uma carreira bastante desafiadora. 

Além disso, as principais vantagens de se tornar um engenheiro elétrico são: mercado de trabalho amplo, com diversas possibilidades de atuação, e salários promissores.

Quanto ganha um engenheiro elétrico?

Conforme afirma o site Guia da Carreira, os engenheiros elétricos têm os salários mais altos do país. 

Profissional em formação

De acordo com registros do portal Vagas, um estagiário em Engenharia Elétrica no Brasil ganha, em média, R$ 1.278,00.

A Catho também mostra algo bem próximo disso, em torno de R$ 1.148,83.

Profissional formado

Já o profissional formado pode atingir remunerações muito maiores, dependendo da experiência adquirida e do local em que trabalha.

Segundo o site Trabalha Brasil, um engenheiro eletricista júnior, contratado por uma empresa de porte pequeno, recebe um salário médio de R$ 4.569,47 por mês.

Por sua vez, um profissional de nível master, funcionário de uma multinacional, tem remuneração média mensal de R$ 15.082,83.

Onde posso atuar com o curso de Engenharia Elétrica?

engenharia eletrica onde posso atuar com curso

O curso de Engenharia Elétrica possibilita uma série de oportunidades na carreira.

Entre as áreas de atuação estão:

Fornecimento de energia elétrica

Os engenheiros elétricos podem trabalhar, principalmente, em usinas hidrelétricas, eólicas e solares.

Nesses lugares, eles ficam responsáveis pela criação de sistemas de armazenamento, de redes de distribuição, de turbinas e de aparelhos para captação. 

Já em subestações e companhias elétricas, os profissionais atuam para fornecer energia elétrica às residências.

Construção civil

No ramo da construção civil, os engenheiros eletricistas projetam circuitos elétricos para empreendimentos de diversos tipos.

Além dos projetos de obra, eles também podem atuar com foco na manutenção, com o intuito de evitar sobrecargas e acidentes em edifícios efetivos.

Automação industrial e comercial

Com toda a expertise relacionada à engenharia elétrica, o engenheiro eletricista pode trabalhar ainda com automatização de máquinas e sistemas.

A indústria é uma das grandes contratantes no setor de automação.

Telecomunicações

No setor de telecomunicações, o profissional de Engenharia Elétrica atua na criação, expansão e desenvolvimento de serviços de telefonia e sistemas.

Assim, eles podem trabalhar em projetos relacionados a dispositivos móveis e redes, comunicação e processamento digital.

Eletroeletrônica 

A Eletroeletrônica é mais uma das áreas que o engenheiro elétrico pode seguir.

Nela, ele trabalha com a criação e manutenção de componentes eletrônicos para garantir o funcionamento de equipamentos.

Saúde e Biomedicina

Nestes setores, o profissional contribui com projetos e construção de equipamentos diversos que possam facilitar a realização do trabalho.

Seja para atendimento em clínicas, cirurgias ou laboratórios, por exemplo.

Hardware e softwares

Essa área não é exclusiva dos profissionais de Tecnologia da Informação.

Os engenheiros elétricos também têm seu espaço.

Eles atuam no desenho e na projeção de circuitos integrados ligadas aos sistemas de computação.

Quem deve cursar Engenharia Elétrica? 

Até aqui você tem se identificado com a área?

Confira a seguir as indicações e o perfil do profissional para avaliar se o curso tem mesmo a ver com você.

Para quem é indicado?

O curso de Engenharia Elétrica é indicado para quem tem interesse na carreira, é claro, e para quem gosta da área de exatas.

Afinal, durante o curso, o aluno tem muitas disciplinas da área de Física e Matemática.

Qual é o perfil do profissional?

Além da vocação para fazer cálculos e trabalhar com números, o engenheiro elétrico também deve ter facilidade para solucionar problemas.

Capacidade analítica, boa comunicação, criatividade, curiosidade, organização, liderança e trabalho em equipe completam a lista de habilidades do profissional.

Como é o curso de Engenharia Elétrica?

O curso de Engenharia Elétrica é um bacharelado.

Ou seja, permeia por conhecimentos diversos, aliando teoria à prática, para que o aluno se torne apto a exercer funções variadas.

Ele pode ser feito presencialmente ou no formato EAD.

Na UNIFEOB, por exemplo, a graduação é semipresencial.

Ou seja, o aluno assiste às aulas teóricas a distância e tem acesso a todos os laboratórios e oficinas para colocar em prática os ensinamentos que foram transmitidos.

Grade curricular

A graduação de Engenharia Elétrica na UNIFEOB tem duração de cinco anos.

Nesse período, o estudante cursa todas essas disciplinas:

  • Introdução à Engenharia
  • Expressão Gráfica
  • Geometria Analítica e Álgebra Linear
  • Projeto Auxiliado por Computador
  • Química Tecnológica
  • Metodologia Científica
  • Higiene e Segurança do Trabalho
  • Ciência e Tecnologia dos Materiais
  • Gestão Energética
  • Cálculo Diferencial e Integral
  • Sistemas Digitais
  • Física: Estática e Dinâmica
  • Equações Diferenciais
  • Física: Eletricidade, Óptica e Termodinâmica
  • Fenômenos de Transporte
  • Resistência dos Materiais
  • Circuitos Elétricos
  • Estatística e Probabilidade
  • Eletromagnetismo
  • Medidas Elétricas e Materiais Elétricos
  • Eletrônica
  • Instalações Elétricas
  • Conversão Eletromecânica de Energia
  • Algoritmos e Cálculo Numérico
  • Análise de Sinais e Sistemas Lineares
  • Princípios de Comunicação
  • Eletrônica de Potência
  • Sistemas de Controle
  • Geração de Energia Elétrica
  • Sistemas Elétricos de Potência
  • Máquinas Elétricas e Acionamentos
  • Instrumentação e Automação Industrial
  • Transmissão e Distribuição de Energia
  • Proteção de Sistemas Elétricos.

Também fazem parte da matriz os projetos integrados, o estágio e o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Como a tecnologia impactou o trabalho do engenheiro?

engenharia eletrica como tecnologia impactou trabalho engenheiro

À medida que o tempo passa, a tecnologia avança, e o mercado vai acompanhando toda essa transformação.

Com a chegada de novas soluções digitais, o setor de energia elétrica também é impulsionado e forçado a se movimentar.

O trabalho do engenheiro, por exemplo, tem se voltado cada vez mais para a automação.

Afinal, há um forte crescimento no número de máquinas e sistemas, e a expectativa é de que essa onda continue se intensificando.

Projeções para o Mercado de Trabalho da Engenharia Elétrica

Se a tecnologia é o presente e o futuro, e a Engenharia Elétrica está diretamente ligada ao desenvolvimento dela, esse é um sinal de que a área só tem a prosperar.

Além disso, outras oportunidades também garantem boas perspectivas para o setor, como, por exemplo, a expansão de 55% na capacidade instalada de geração de energia até 2024 prevista pelo Governo.

É uma das profissões do futuro?

Não há dúvidas de que a Engenharia Elétrica está entre as profissões promissoras.

Dentre as razões que apontam para esse cenário está a de que a área é extremamente importante para o desenvolvimento do país, além de diversos setores e mercados dependerem dela para expandir.

Oportunidade em áreas que mais se destacam

A produção de fontes alternativas de energia elétrica, como a eólica e a solar, é um segmento que vem crescendo e deve demandar cada vez mais de engenheiros eletricistas.

Outro ramo que desponta é o de telecomunicações, principalmente com a televisão digital e a entrada da rede 5G no Brasil.

Onde fazer faculdade de Engenharia Elétrica?

engenharia eletrica onde fazer faculdade

A essa altura, portanto, não restam dúvidas de que a Engenharia Elétrica é uma área auspiciosa.

Mas, para que a carreira seja mesmo um sucesso, é importante investir em uma faculdade qualificada.

A UNIFEOB, além de ter nota máxima do MEC (Ministério da Educação), conta com professores titulados especialistas, mestres e doutores.

São mais de 50 anos de experiência formando profissionais preparados para assumir os desafios do mercado de trabalho.

Estude Engenharia Elétrica EAD no melhor Centro Universitário da região de São João da Boa Vista!

Conclusão

E, então, o mercado de trabalho de Engenharia Elétrica era como você imaginava?

Essa área é mesmo a que você quer seguir?

Se sim, você já sabe onde estudar. 

A UNIFEOB é referência no ensino a distância

Acesse o site da instituição e conheça o seu futuro centro universitário.

Gostou do artigo? Aproveite o espaço abaixo para compartilhar a sua opinião!

Inscreva-se no nosso Blog

blog ead unifeob

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT