Se você tem várias ideias de negócios e gostaria de colocar todas elas em prática, você pode ser um empreendedor serial. 

Esse tipo de empreendedor é alguém que não para quieto e para quem uma ideia de negócio apenas, não parece o suficiente. 

O empreendedor serial desenvolve uma ideia, a deixa funcionando e parte para uma nova aventura.

É um profissional que ama desafios. 

Neste artigo, vamos conversar sobre o que significa ser um empreendedor serial, quais são os maiores desafios desse caminho e o que é necessário para se tornar um. 

Você vai conferir:

Os tipos de empreendedorismo
O que faz um empreendedor serial
As características do empreendedor serial
Exemplos de empreendedores seriais para você se inspirar
Conclusão

New call-to-action

Os tipos de empreendedorismo 

Empreender significa implementar novas ideias em um negócio já existente ou a partir do zero. 

Isso significa que o empreendedorismo está ligado à administração de projetos e serviços, levando em conta a inovação e oportunidades de mercado. 

E no centro do empreendedorismo está o empreendedor. 

O trabalho dele é criar soluções, então é preciso ter uma boa percepção para identificar problemas e trabalhar em meios inovadores de resolvê-los. 

E apesar de a descrição de um empreendedor ser a mesma, existem 14 tipos diferentes de empreendedorismo. 

Veja na listagem abaixo quais são eles: 

  1. Empreendedor público: este empreendedor está dentro do serviço público, atuando onde consegue enxergar oportunidades de mudança e crescimento dentro do tradicionalismo da esfera.
  2. Empreendedor corporativo: costuma ser um colaborador, dentro de uma empresa, que não é o dono do negócio, mas que tem uma posição de maior liberdade na tomada de decisão e consegue agregar valor.
  3. Empreendedor cooperado: nesta categoria estão pessoas que buscam o lucro coletivo dentro de uma cooperativa ou comunidade. Podemos citar cooperativas de costureiros e artesãos, por exemplo.
  4. Empreendedor inesperado: aqui entram pessoas que nunca tiveram uma mente direcionada ao empreendedorismo, mas que se viram abrindo e gerenciando negócios.
  5. Empreendedor informal: esta é a categoria que mais reúne empreendedores no nosso país, isso porque aqui se encaixam profissionais como vendedores de barraquinhas ou aqueles empreendedores que não conseguiram ainda formalizar seu negócio com um CNPJ.
  6. Empreendedor do conhecimento: nesta categoria entram empreendedores que unem seus objetivos de vida pessoal e profissional e que transformam conhecimentos próprios em negócio. São bons exemplos os escritores, atletas e artistas.
  7. Empreendedor normal: este é um empreendedor comum, alguém que estudou o que precisava fazer, colocou sua ideia no mundo e espera resultados a longo prazo.
  8. Empreendedor serial: tema deste artigo, o empreendedor serial é uma pessoa que gosta de ter ideias, desenvolver negócios e continuar neste ciclo. Não é um empreendedor que se prende a um negócio a vida inteira, ele parte de um para o outro, deixando empresas de sucesso para serem administradas por um time selecionado.
  9. Empreendedor herdeiro: o empreendedor que se encaixa neste tipo recebe um negócio que vem de família. O desafio dele, nesse caso, não é fazer dar certo do zero, mas contribuir para o crescimento do negócio e fortalecimento de marca.
  10. Empreendedor interno: o empreendedor interno é alguém que empreende dentro de uma empresa que não é sua. Normalmente são pessoas engajadas e cheias de ideias que colaboram enquanto funcionários.
  11. Empreendedor individual: esta é a categoria em que entram pessoas formalizadas pelo MEI (Microempreendedor Individual). Muitas vezes são profissionais autônomos e freelancers.
  12. Empreendedor franqueado: nesta categoria entram empreendedores que gerenciam franquias de grandes empresas. Eles recebem um negócio pronto e precisam executar o necessário para manter o negócio. É uma saída para quem não quer assumir riscos.
  13. Empreendedor social: neste tipo, o lucro não é o objetivo da iniciativa, mas apenas uma consequência. Empreender socialmente significa buscar o desenvolvimento de uma comunidade, escola ou causa ambiental.
  14. Empreendedor digital: são todas aquelas iniciativas que se desenvolvem na internet. Bons exemplos são e-commerces, venda de e-books e cursos online, além dos influenciadores digitais. 

O que faz um empreendedor serial  

Como exploramos um pouco na listagem acima, o empreendedor serial é alguém que não desenvolve apenas um negócio, mas vários. 

Ele atua em série, como o próprio nome diz, criando produtos e erguendo negócios para, assim que eles estiverem estáveis, partir para o próximo desafio. 

Segundo dados da Forbes, 830 dos 960 bilionários “self-made” do mundo são empreendedores com mais de um negócio diferente.

Ou seja, são empreendedores seriais.  

Essas pessoas começam como empreendedores comuns, tendo uma ideia e colocando essa ideia em prática.

Eles passam por todos os passos necessários para manter um negócio funcionando. 

Porém, em vez de estarem dentro desse negócio todos os dias, eles deixam uma equipe de confiança mantendo a empresa funcionando e começam a desenvolver uma nova ideia, reiniciando o ciclo. 

A segunda (e terceira, e quarta, e por aí vai) volta no ciclo é diferente porque, nesta altura, o empreendedor serial já possui a experiência, os contatos certos, os recursos e uma espécie de receita do sucesso para aplicar.

Tem várias ideias para novos negócios? Você pode ser um empreendedor serial

As características do empreendedor serial 

O empreendedor serial James Street, um dos co-fundadores da Shore Projects, concedeu uma entrevista ao Shopify e através de suas respostas, foi possível perceber algumas das principais características de um empreendedor em série. 

Confira na listagem abaixo: 

Desejo de começar algo novo 

James conta que ele gosta de se sentir como o primeiro a fazer algo, mesmo que ele saiba que não é pioneiro.

Por exemplo, sua empresa tem como um dos produtos do portfólio um relógio de grife que permite trocar as pulseiras. 

Não é um produto inovador porque relógios já existiam e relógios que trocam a pulseira também. Porém, um relógio de grife com essa funcionalidade, ainda não.

Por isso, se você tiver uma ideia de negócio e achar que não pode colocá-la em prática porque alguém já fez, pense em como pode inovar dentro dessa ideia. 

Organização e senso de prioridade 

Ser um empreendedor serial passa por ter diversas novas ideias e querer executar todas.

Porém, isso pode ser mais prejudicial do que beneficial se você não for organizado e ter senso de prioridade. 

É preciso entender que o processo de partir de uma ideia para a outra pode levar muito tempo, por isso é preciso ter senso de prioridade. 

Qual ideia quer colocar em prática nesse momento? Você tem o que é preciso para fazê-la funcionar e mantê-la em funcionamento? 

O pior cenário, nesse sentido, é criar negócios e desenvê-los para, em seguida, descobrir que ele não funciona ou não tem como se manter. 

E partir para uma nova ideia, deixando o negócio anterior ruir, não é uma característica do empreendedor serial. 

Escolher as melhores pessoas para determinadas funções 

Como parte da vida do empreendedor serial é deixar um negócio sendo mantido por uma equipe de confiança enquanto parte para um novo desafio, saber encontrar as melhores pessoas para assumir essas funções gerenciais é fundamental. 

James Street afirma que o sucesso de um negócio “depende apenas de colocar as pessoas certas por trás da marca”. 

Ou seja, escolhendo as melhores pessoas para as funções que precisam delas, o empreendedor serial confia que seu negócio continuará de pé enquanto ele desenvolve novas ideias. 

Manter o equilíbrio entre vida profissional e pessoal 

Esta é uma característica necessária a todos os empreendedores, isso porque empreender requer bastante tempo investido no negócio. 

Porém, apenas trabalhar e esquecer que você tem uma vida pessoal pode ser bastante prejudicial. 

Por isso, um conselho de James Street é trabalhar de maneira inteligente e não de maneira excessiva.

Em vez de gastar mais horas do seu dia no empreendimento, coloque um limite e utilize essas horas de maneira produtiva. 

Saiba no que é bom e no que não é bom 

Esta também é uma dica que se aplica a todos os tipos de empreendedores. É preciso que você saiba no que é bom e no que não é. 

Saber no que você é bom ajuda a direcionar o negócio e a sua principal função dentro dele.

Por exemplo, James Street diz que é bom no desenvolvimento de produtos, então esta é sua principal função dentro de seus empreendimentos. 

Mas James também sabe que não é bom no financeiro e no marketing. Por isso, ele buscou parceiros que fossem bons nessas áreas. 

Principalmente no início, quando o empreendimento é algo apenas do empreendedor e ele precisa cumprir todas as funções, pode surgir o impulso de tentar ser “pau para toda obra”, mas no longo prazo, isso pode prejudicar. 

O ideal é focar no que você faz bem e buscar profissionais que fazem bem aquilo que você não sabe fazer. Assim, o negócio tem mais chances de prosperar. 

Exemplos de empreendedores seriais para você se inspirar 

O primeiro exemplo de empreendedor serial que podemos citar é o próprio James Street, cuja entrevista trouxe as dicas que você viu acima. 

Co-Fundador da Shore Projects, ele se aventura por diversas marcas e segmentos de mercado.

Por exemplo, sob o guarda-chuva de James estão desde marcas de cintos artesanais e coleiras para cachorros até plataformas de marketing de influenciadores, joias e artigos de malha. 

richard branson empreendedor serialImagem: Richard Branson.

Outro exemplo é o empresário americano Richard Branson, fundador do Grupo Virgin.

Branson tem investimentos no mundo da música, aviação, vestuário, biocombustíveis e viagens espaciais. 

Ele é considerado o 245.º homem mais rico do mundo, com uma fortuna avaliada em mais de 4 bilhões de dólares. 

elon musk empreendedor serial

Imagem: Elon Musk.

Por fim, outro exemplo é o empresário Elon Musk. Sul-africano, ele criou seu primeiro empreendimento aos 11 anos, ao desenvolver e vender um jogo de videogame. 

Desde então, se tornou diretor executivo e diretor técnico da SpaceX, CEO da Tesla, Inc., vice-presidente da OpenAI, fundador e CEO da Neuralink e co-fundador e presidente da SolarCity. 

Em 2022, Elon Musk se tornou dono da rede social Twitter. 

Conclusão 

Neste artigo, nós conversamos um pouco sobre o que é um empreendedor serial, quais são suas principais características e quem são alguns deles no mundo atual. 

Se você quiser se tornar um empreendedor serial, basta ter boas ideias, seguir as dicas de quem já está no ramo e se profissionalizar. 

Uma boa maneira de fazer isso é buscando uma graduação que dê suporte técnico e proporcione a flexibilidade de tempo que você precisa para empreender. 

Aproveitamos este espaço para convidar você a conhecer a graduação EAD UNIFEOB. São mais de 25 cursos de cursos superiores para potencializar seu desejo de inovar. 

Além disso, você pode ingressar na sua graduação de escolha com bolsas de estudos. Confira todos os cursos clicando aqui. 

Leia também:

Use sua nota do Enem e ganhe bolsa na sua graduação EAD!

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT