A estratégia de cliente no centro é uma das mais utilizadas pelas empresas e tem como princípio utilizar a experiência do cliente como uma das métricas mais importantes para o negócio.

Assim, todas as decisões tomadas pela empresa, independente do setor, precisam ter como objetivo oferecer uma boa experiência a esse cliente e construir uma boa relação com ele.

Ter o cliente no centro é uma maneira de pensar estratégias e tomar decisões de negócio. Entenda o conceito, veja qual a importância desse formato e quais profissionais trabalham com isso.

Aqui você vai conferir:
O que significa “cliente no centro” ou customer centric
Os benefícios de colocar o cliente no centro para os negócios
Como colocar o cliente no centro em 5 passos

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

O que significa “cliente no centro”, ou customer centric

Ter o “cliente no centro” é sobre tomar todas as decisões de uma empresa pensando em oferecer uma boa experiência ao cliente. É um modelo de atuação para empresas que dependem dos clientes para crescer.

Quando se diz que uma empresa é customer centric significa que todos os profissionais que trabalham ali têm como base para suas decisões as métricas de sucesso do cliente e de sua experiência.

Hoje em dia a experiência do cliente, também chamada de Customer Experience (CX) é considerada a melhor métrica para entender o sucesso de uma empresa.

Isso porque quanto mais satisfeito um cliente está, maiores as chances de ele continuar consumindo com a empresa e indicá-la para outras pessoas.

Ser uma empresa focada no cliente no centro envolve muitos processos, desde a administração da empresa, até a gestão comercial e o marketing. Todos os setores precisam estar alinhados para oferecer o melhor ao cliente.

Os benefícios de colocar o cliente no centro para os negócios

Colocar o cliente no centro de qualquer estratégia empresarial traz inúmeros benefícios para a empresa, a curto e longo prazo.

Acompanhe algumas delas a seguir!

Aumento da retenção de clientes

O cliente busca praticidade e facilidade. Por isso, sempre opta por aquele serviço ou produto que gere a menor “dor de cabeça” possível, ou seja, que não traga problemas para a vida dele.

Sendo assim, oferecer a melhor experiência possível faz com que ele volte a consumir ou utilizar os serviços da empresa, pois sabe que será um processo positivo, fácil e sem complicações.

Aumento do Retorno sobre Investimento (ROI)

O Retorno sobre Investimento é uma das métricas mais importantes para uma empresa. Ela mostra se o dinheiro está sendo alocado nos processos certos e se a estratégia está trazendo resultados.

Os números mostram que investir em promover uma boa experiência do cliente é uma das estratégias com maior retorno financeiro, pois também diminui gastos em outros setores.

Cliente no centro - profissionais reunidos em frente ao computador

Diminuição do Custo de Aquisição do Cliente (CAC)

O CAC é o valor investido para atrair novos clientes ou convencer alguém que já utilizou sua empresa a fazê-lo novamente. Esse valor é destinado a setores de marketing, comercial, operações e muitos outros.

Porém, quando a empresa é customer centric e consegue oferecer uma boa experiência, esse custo diminui.

Isso porque os clientes antigos já estão fidelizados e também passam a indicar o serviço da empresa. Ou seja, é mais fácil atrair novos clientes de maneira orgânica, o que diminui a necessidade de investimento em CAC.

Melhora na reputação da marca

Uma empresa conhecida por oferecer uma boa experiência ao cliente constrói uma boa reputação e atrai muitos outros consumidores. Afinal, quem não quer consumir de uma empresa que facilita sua vida?

Assim, quanto mais clientes felizes existem, mais forte se torna a reputação da marca, que ficará conhecida por ser uma boa empresa.

Por isso, ser uma empresa que coloca o cliente no centro de todas as decisões é também pensar na imagem que esses consumidores têm do negócio.

Como colocar o cliente no centro em 5 passos

Como vimos, ter uma estratégia com o cliente no centro envolve toda a empresa, mas para isso é preciso, principalmente, conhecer bem o cliente em potencial. Veja esse e outros passos que tornam uma empresa customer centric.

1. Conheça a fundo o seu cliente

Com certeza o passo mais importante dessa estratégia. Afinal, como será possível tomar decisões baseadas no cliente se a empresa não sabe ao certo quem ele é e o que deseja.

Para conhecer o cliente de verdade, são feitas pesquisas, análises de métricas e muitos outros processos, geralmente de responsabilidade dos profissionais de gestão comercial e marketing.

2. Preze pela boa experiência do cliente

De nada adianta considerar seu cliente em todas as decisões se as experiências dele com a empresa não estão sendo boas.

Ou seja, não basta levar os desejos do cliente em consideração, também é preciso pensar na qualidade do atendimento, do produto, do local e também do pós-venda, por exemplo.

Sabemos que problemas acontecem, por isso as empresas precisam ter atenção em todos os pontos de contato com o cliente para conseguir atender às suas necessidades.

3. Acompanhe as métricas de avaliação

As métricas são o que mostram se a estratégia está de fato funcionando. Se a empresa está tomando suas decisões com o cliente no centro, mas a métrica de satisfação continua baixa, algo está errado.

Ou a empresa está oferecendo algo que não se adequa às necessidades do cliente ou seus pontos de contato com ele não estão sendo satisfatórios. Nesses casos, é preciso revisar as estratégias em todos os pontos.

4. Promova um operacional voltado ao cliente

Todos os setores precisam estar voltados ao cliente e oferecer a melhor experiência possível a ele.

Por isso, cada vez mais os profissionais guiados a partir do sucesso do consumidor são valorizados por essas empresas, independente da área específica de atuação.

Ou seja, mesmo trabalhando com a parte burocrática de gestão empresarial ou administração, por exemplo, também é preciso considerar que a empresa tem como foco principal o cliente.

5. Priorize o conhecimento em áreas de gestão e marketing

Como vimos, ser customer centric é algo que depende de diversos setores da empresa. As áreas de administração, gestão comercial e de marketing são as que mais se relacionam com isso.

No caso da administração e gestão, os profissionais conseguem ter uma visão mais ampla do negócio, considerando também suas finanças. Assim, conseguem contribuir para a tomada de decisões.

O marketing, por sua vez, é ainda mais próximo ao conceito de customer centric e CX, pois tem contato direto com o cliente em todos os pontos, desde a divulgação até as comunicações com ele no pré e pós-venda.

Se você se interessa pela área de sucesso e experiência do cliente, fazer um curso nessas áreas é um grande diferencial.

Na UNIFEOB, você encontra os cursos de Administração, Gestão Comercial e Marketing no formato EAD, com nota máxima no Ministério da Educação (MEC), para você estudar quando e onde quiser.

Assim, você trilha sua carreira em áreas muito importantes para as empresas, inclusive para trabalhar com estratégias de cliente no centro.

Conheça nossos cursos de Administração, Gestão Comercial e Marketing e nossas opções de bolsas de estudos!

Use sua nota do Enem e ganhe bolsa na sua graduação EAD!

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT