Tags: ENEM

A prova do Enem é extensa, com um número de questões alto, enunciados longos e pouco tempo para se dedicar a cada pergunta. A estimativa é que os candidatos tenham aproximadamente três minutos para responder cada questão.

Considerando esses fatores, aliados à ansiedade que afeta muitos estudantes na data, é comum que os participantes não deem tanta atenção ao cartão-resposta.

Contudo, isso é um grande equívoco. Afinal, o cartão-resposta é o principal instrumento de correção do Enem.

Neste artigo, vamos falar sobre os cuidados com o cartão-resposta na hora da prova, explicando o que você pode fazer para não errar ao preenchê-lo e como funciona a correção do Enem.

Fique conosco, aqui você vai conferir:
O cartão-resposta e as obrigações do participante do Enem
Como é feita a leitura do cartão-resposta do Enem
Cuidados na hora de preencher o cartão de resposta do Enem
Conclusão

Descubra os segredos para tirar nota 1000 na redação do ENEM!

O cartão-resposta e as obrigações do participante do Enem

O cartão-resposta é um documento utilizado para a correção das provas do Enem.

O estudante deve preenchê-lo com base nas alternativas que considera corretas em cada questão do exame.

Ou seja, tirando a redação, esse é o único documento que valida as suas respostas, já que o preenchimento interno dos cadernos de provas não é avaliado.

Por isso, é essencial ter uma série de cuidados com o cartão-resposta.

Confira abaixo as obrigações do candidato em relação cartão-resposta, segundo o edital do Enem:

  • Iniciar as provas somente após a autorização do Chefe de sala, ler e conferir todas as instruções contidas na capa do Caderno de Questões, no Cartão-Resposta, na Folha de Redação, na Folha de Rascunho e nos demais documentos do Exame.
  • Destacar, antes de iniciar as provas e quando autorizado pelo Chefe de sala, o Cartão-Resposta do Caderno de Questões.
  • O Chefe de sala não substituirá o Cartão-Resposta, a Folha de Redação e/ou Folha de Rascunho em caso de procedimento indevido do participante.
  • Fazer anotações relativas às suas respostas apenas no Cartão-Resposta, na Folha de Redação, na Folha de Rascunho e no Caderno de Questões, após a autorização do Chefe de sala.
  • Verificar se o Caderno de Questões contém a quantidade de questões indicadas no Cartão-Resposta e/ou qualquer defeito gráfico que impossibilite a resolução da prova.
  • Reportar-se ao Chefe de sala no caso de qualquer ocorrência em relação ao Caderno de Questões, ao Cartão-Resposta, à Folha de Redação ou aos demais documentos do Exame, para que sejam tomadas as providências cabíveis.
  • Assinar, nos espaços designados, o Cartão-Resposta referente a cada dia de provas, a Folha de Redação, a Lista de Presença, a Folha de Rascunho e os demais documentos do Exame.
  • Marcar a cor da capa do seu Caderno de Questões no respectivo Cartão-Resposta.
  • Transcrever a frase contida na capa do Caderno de Provas para o Cartão-Resposta.
  • Transcrever as respostas das questões objetivas e o texto da redação com caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, nos respectivos Cartões-Resposta e na Folha de Redação, de acordo com as instruções contidas nesses instrumentos, sob pena de inviabilizar a leitura óptica e a correção de suas respostas e de seu texto de redação.
  • Entregar ao Chefe de sala o Cartão-Reposta, a Folha de Redação e a Folha de Rascunho ao deixar em definitivo a sala de provas.
  • Não haverá prorrogação do tempo previsto para a realização das provas ou para o preenchimento do Cartão-Resposta ou da Folha de Redação, em razão de afastamento do participante da sala de provas, avisos ou de procedimentos de aplicação durante a aplicação.

>>> Leia mais: O que são as Ciências Humanas e suas Tecnologias do Enem?

Como é feita a leitura do cartão-resposta do Enem

Cartão-resposta do Enem - pessoa segurando lápis e preenchendo gabarito de prova

Diferente do que muitos ainda pensam, o cartão-resposta do Enem não é avaliado por uma banca examinadora. A leitura desse documento é feita por uma máquina de escaneamento óptico.

Esse escaneamento identifica a marcação de respostas das questões objetivas de cada uma das quatro provas.

Em função disso, não são computadas questões não assinaladas, marcações não preenchidas completamente ou que contenham mais de uma resposta, emenda ou rasura, ainda que legível.

Essa leitura também justifica a obrigatoriedade de caneta preta no exame, afinal cores mais claras não poderiam ser lidas pelo sistema.

É por isso que é tão importante prestar atenção e preencher com calma o cartão-resposta. Lembre-se que os rascunhos e as marcações assinaladas nos cadernos de questões não serão considerados para fins de pontuação.

>>> Leia mais: Enem: 20 filmes para estudar história do Brasil

Cuidados na hora de preencher o cartão de resposta do Enem

Você já sabe que rasuras no cartão-resposta podem anular uma questão, certo? Por isso, é preciso ter alguns cuidados na hora de preencher esse documento.

Pensando nisso, trazemos abaixo algumas dicas que podem ajudá-lo nesse processo:

1 - Preencha o cartão-resposta ao final da prova

Essa é uma dúvida que assombra muitos estudantes: afinal, é melhor preencher o cartão resposta durante ou depois de responder às questões?

Para esclarecer essa dúvida, é importante enfatizarmos que não existe certo e errado nesse caso. As duas opções são possíveis e aceitáveis.

Mas, se você quer diminuir suas chances de errar, a melhor alternativa é deixar para preenchê-lo ao final da prova.

O gabarito deve ser preenchido sempre no momento de maior tranquilidade, ou seja, quando grande parte das questões já foram resolvidas. Assim, as chances de errar por causa da ansiedade diminuem bastante.

Ao final da prova, o candidato também realizará a tarefa com maior agilidade, pois estabelecerá o foco em uma única atividade, o que diminui as chances de erros acontecerem.

Preencher o gabarito aos poucos pode não ser uma boa estratégia porque a quantidade de ações simultâneas (ler e interpretar o enunciado, raciocinar, buscar a alternativa correta e passar para a folha de respostas) pode contribuir para assinalar respostas erradas ou trocadas.

Então, se puder e fizer sentido para você, opte por passar as respostas para o cartão ao final do exame.

E lembre-se de nunca deixar alternativas em branco. Mesmo que você não saiba a resposta de uma questão, escolha uma alternativa, é certamente melhor do que deixá-la em branco.

2 - Reserve um tempo para se dedicar ao cartão-resposta

Se você optar por preencher o cartão-resposta ao final do exame, é essencial que você reserve pelo menos 30 minutos para essa atividade.

Lembre-se que você não terá tempo a mais para preencher esse documento, então é preciso garantir que você vai ter tempo para isso.

Uma ótima forma de testar o seu tempo de prova é realizando simulados. Assim, você consegue entender o seu fluxo de raciocínio e como organizar o seu tempo no dia do exame.

3 - Caso erre, respire fundo e parta para a próxima

É muito comum ficar nervoso e ansioso no dia do Enem e, com isso, erros podem acontecer.

Se isso ocorrer na hora em que você estiver passando as questões para o gabarito, respire fundo e retome o foco.

Se você estiver bem preparado para o exame, não vai ser uma questão que diminuirá de forma expressiva sua média.

Então, a melhor saída é deixar a rasura de lado e prosseguir o preenchimento com mais atenção.

Use sua nota do Enem e ganhe bolsa na sua graduação EAD!

Conclusão

Neste artigo, falamos sobre o cartão-resposta do Enem, explicando os principais cuidados que se deve ter com ele.

Se este artigo foi útil para você, não deixe de conferir outros conteúdo da EAD UNIFEOB:

New call-to-action

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se grátis.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT