A área da tecnologia é uma das que mais cresce no Brasil e no mundo. Nesse campo, uma das funções mais importantes para as empresas é a do arquiteto de dados.

Esse profissional é responsável pela gestão de dados de uma organização, ajudando na tomada de decisões e a traçar as melhores estratégias de mercado.

Entenda o que faz um arquiteto de dados e por que essa pode ser a sua profissão do futuro!

Aqui você vai ver:
A função de um arquiteto de dados
O mercado para arquitetos de dados
Salário de um arquiteto de dados
Faculdade para trabalhar como arquiteto de dados

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

A função de um arquiteto de dados

O arquiteto de dados, ou data architect, é um profissional que trabalha diretamente com ciência de dados, programação e tecnologia. Seu objetivo é definir as estratégias de uso de dados de uma empresa.

Hoje em dia, os dados são muito importantes para os processos empresariais. Afinal, eles são considerados ferramentas essenciais para a tomada de decisões estratégicas dentro de um negócio.

Não é à toa que muitas organizações são chamados atualmente de “data driven”, ou seja, tomam suas decisões com base em dados.

Esse é um dos motivos também para a frase “os dados são o novo petróleo” ter ficado tão famosa. Com o mundo cada vez mais digital, as informações contidas nos dados são extremamente valiosas.

É nesse ponto que o trabalho do arquiteto de dados se mostra importante. Esse profissional projeta a estrutura de gerenciamento de dados e organiza todo o controle dessas informações.

Entre as principais funções de um arquiteto de dados, é possível citar:

  • desenvolvimento da estratégia de dados: quais dados serão coletados, para que serão utilizados, etc.
  • alinhamento da estratégia de dados com a de negócios: entender quais são os dados mais relevantes para o negócio e gerar insights a partir deles;
  • definição das fontes de dados: identificar as fontes de dados e como processar as informações de acordo com cada uma;
  • gerenciamento dos processos de Big Data: criar um bom plano de gerenciamento de dados e processos a partir das ferramentas de Big Data;
  • análise dos dados: pode ser feita tanto pelo arquiteto de dados quanto por outros profissionais de data science;
  • apresentação dos dados: após fazer o gerenciamento, organização e análise, os arquitetos de dados mostram os resultados e os insights para lideranças ou outras pessoas interessadas;
  • realização de auditorias: as auditorias de dados são essencais para garantir que todo o processo esteja dentro da lei;
  • integração com outras equipes: por levar informações e insights para a empresa, o arquiteto de dados também pode trabalhar em conjunto com outros times.

>>> Leia mais: O que é cibersegurança, área da tecnologia em alta em 2023

O mercado para arquitetos de dados

No Brasil e no mundo, o mercado da tecnologia sofre com a defasagem de profissionais. Isso acontece porque a quantidade de vagas que surgem para o mercado tecnológico é maior do que o número de pessoas capacitadas para atuar na área.

Um levantamento da Brasscom, por exemplo, mostrou que em 2021 o país teve 159 mil vagas abertas no campo da tecnologia. Porém, neste mesmo ano, formaram-se apenas 53 mil profissionais capacitados para atuar no setor.

Ou seja, em 2021, a demanda por profissionais foi muito maior do que a quantidade de formandos especializados para trabalhar na área de tecnologia.

Por isso, se você deseja uma carreira de sucesso em um mercado que está sempre em evolução, pode encontrar na tecnologia o caminho perfeito.

Dentre as carreiras desse ramo, o arquiteto de dados é uma das mais promissoras. Afinal, cada vez mais empresas tem implementado e investido em setores de ciências de dados nos últimos anos.

Então, se você se interessa por ciências de dados e busca um mercado de trabalho muito aquecido, a carreira de arquiteto de dados pode ser uma boa escolha para você.

>>> Leia mais: Inteligência analítica: benefícios, importância, carreira e curso

Arquiteto de dados - profissional analisando dados em computador

Salário de um arquiteto de dados

A média salarial de arquitetos de dados no Brasil é de R$10 mil, com remuneração começando nos R$5 mil, segundo o site Glassdoor.

Vale considerar que o profissional de arquitetura de dados geralmente já assume cargos de nível pleno e sênior. Isso acontece principalmente pela necessidade de experiência no trabalho com dados.

É por isso também que a média salarial está acima de outros cargos no setor de tecnologia.

>>> Leia mais: Melhores cursos EAD para quem mora em cidades pequenas

Faculdade para trabalhar como arquiteto de dados

Para trabalhar como arquiteto de dados, é preciso ter conhecimento em tecnologia, programação e ciência de dados, podendo atuar tanto na parte de análise quanto no desenvolvimento de softwares.

A EAD UNIFEOB está sempre por dentro das necessidades do mercado e, por isso, oferece diversos cursos na área de tecnologia que contemplam essas habilidades.

Para quem quer se tornar um arquiteto de dados, as melhores opções são:

Todos esses cursos são voltados à área de tecnologia, seja para dados ou para o desenvolvimento. Com essas formações, você estará preparado para assumir qualquer cargo dentro da área que mais cresce no Brasil e no mundo.

Conheça mais sobre nossos cursos de tecnologia e fique por dentro das opções de bolsas de estudos!

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

Inscreva-se no nosso Blog

Comece sua graduação EAD agora mesmo! Inscreva-se.

O que você achou dessa publicação?

Deixe o seu comentário abaixo.

BUY On HUBSPOT